foi o benedito

é muita informação que vem; é muita atenção e muita falta dela; é muita intenção, e é muito intenso; é muito de feito, e muito defeito; é muito de mim, e muito de culpa; é um tanto de problema, e não é a solução; é o que vem de cima e o que vem de baixo; é o que sai, e é o que volta; é a revolta, e é a confirmação; é o começo do fim, e o fim do “não”; é o que chega aqui e o que nem me passa pela cabeça; é o que passa demais, e nem devia; é o que me tira a paz, e que me faz diferente; é o que vai acabar me levando, mesmo que ninguém me traga; e é o amargo trago do arrependimento, e é a falta de canto; é a peça perdida, e é a festa inventada; é a pressa invertida, a cabeça perdida, e a testa virada; é o ridículo de ser, e o comum da garotada; é o que ás vezes faz viver pela busca, e é a fera animada; é o caos da noite e a angústia da manhã, é o “auto-açoite”; e é o próprio divã; é o grande risco e a grande sorte; o grande começo, pra um miserável fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s