PLOU!

(foto dela)

A verdade é que ninguém é obrigado a ser perfeito, mas no mínimo honestidade deveria rolar… Ok. Sei que não é bem assim, tudo bem.

Quando se rompe por um erro, pela outra parte ou por algo supérfluo, é muito mais fácil uma ‘reconexão’. Já quando se cansa, não faz falta, incomoda ou simplesmente se acha que o resto é melhor tudo é mais difícil.

A mente humana pode acreditar e desacreditar em qualquer coisa facilmente; contanto que a pessoa acredite que tirou suas próprias conclusões sozinha.

Se eu pudesse, se alguém se importasse, e se interessasse em me ouvir, eu só pediria pra que todos tentássemos(e principalmente demonstrássemos) fazer a coisa certa. Seja ela qual for.

 

Demonstrar amor, demonstrar que se importa.

Não só por 15 minutos, mas pelo tempo que existir, e só por ele.

Vou mostrar amor, vou abrir a porta.

Não me desesperaria se não fosse por interesse genuíno.

É aquilo que liberta e não aquilo que sufoca.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s