Todos os mistérios.

Compadecido até por eu mesmo.

Ultimamente tenho pensado que a vida tem muito mais a ver com o quanto você aguentar de suas angústias, e outras, de terceiros que te envolvem.
Ando a algum tempo desmotivado. Mas de que interessa isso, não é? Nem pre mim é interessante mais saber ou entender meus sentimentos. Acho que agora estou no máximo.
E é claro que isso é o máximo até agora, afinal sempre achamos que a pancada mais forte é a que já sentimos ou estamos sentindo.
A única coisa que me consola, é que eu sei me destruir muito melhor do que qualquer um(ou qualquer coisa) que tenha aparecido até agora; então boa sorte aos próximos.

Mas afinal, qual a graça de não ter pontos fracos?          Toda.

A grande dificuldade, dessa vez, é porque eu abri mão de usar minhas “armas”. Permito-me ouvir, ver, ler, escrever, dizer e fazer coisas que me fazem mal, mas não me permito mais atacar gratuitamente, nem dar a cara sem motivo.
Isso pode até parecer ser maduro, mas se for, “ser adulto” é reprimir a si mesmo, por ideais que ás vezes nem são seus…
Idiota! Você que confunde astúcia com controle e autoridade não passa de um grande imbecil, que injustamente terá uma vida menos dolorosa que a minha (ou pelo menos por motivos opostos), devido a sua abençoada ignorância. Parabéns, produto!
Mas não se iluda; minha crítica velada é a você mesmo, eu que não faço nada por nós, pra que a mudança de vocês seja real.

Escolhi responsabilidades, engoli orgulhos, cuspi falsidade e ganhei novos amigos.

E o pior de tudo não é continuar sobrevivendo, e sim ter escolha.

“Deus sabe onde eu fui pra lhe convencer, de que é duro, mas vale tentar.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s